Portfólios reflexivos e o ensino de ciências: estratégia inovadora de ensino

Alessandra Mocellim Gerevini, Diógenes Gewehr, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen

Resumo


Este estudo busca problematizar as implicações do uso de uma estratégia inovadora no ensino de ciências: portfólios reflexivos. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório com abordagem qualitativa. Foi desenvolvido em uma escola pública do estado do Rio Grande do Sul/Brasil, tendo como sujeitos de investigação dois professores da disciplina de Ciências e seis estudantes do Ensino Fundamental, sétimo e oitavo anos. Os professores planejaram as atividades e tanto eles como os estudantes utilizaram portfólios reflexivos individuais, estes compõem os instrumentos de análise deste estudo. A pesquisa teve início em novembro de 2014 e término em outubro de 2015. Os portfólios produzidos foram analisados à luz da Análise Textual Discursiva. Os achados deste estudo permitem inferir a contribuição do uso de portfólios reflexivos para o aprendizado, estímulo ao pensamento crítico-reflexivo dos estudantes e desenvolvimento autonomia destes.

Palavras-chave


Autonomia. Portfólio de Aprendizagem. Educação Básica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N28.7081

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.