Formação de educadores ambientais no ensino superior: currículo, cidadania e consciência ambiental

Ivo Dickmann, Larissa Henrique

Resumo


Compreendendo que é na universidade que ocorre a formação de educadores em geral e dos educadores ambientais de forma específica, o presente texto tem como proposta compreender como a temática socioambiental está inserida nesse processo, tendo em vista que se faz necessário, cada vez mais, sua inserção de forma direta no currículo das licenciaturas; e, dessa forma, habilitá-las para desenvolvê-la na Educação Básica de forma inter e transdisciplinar. Com base em referencial teórico da Educação Ambiental crítica – tendo Freire como autor principal –, optou-se metodologicamente pela análise documental das sínteses dos PPCs dos cursos de licenciatura da Unochapecó, a partir da escolha de categorias relacionadas à dimensão ambiental. Do processo de análise, resultou um quadro sinótico da presença da temática ambiental nos currículos, que demonstrou que essas questões aparecem centralmente no curso de Ciências Biológicas, sendo que nas outras licenciaturas a presença é pontual, embora numa perspectiva crítica.

Palavras-chave


Formação de educadores ambientais; Licenciaturas; Currículo; Paulo Freire

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N27.7497

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.