Os usos das tecnologias por professores: de uma lógica utilitária à prática pedagógica

Moema Gomes Moraes, Denise Cristina Bueno, Neuvani Ana do Nascimento

Resumo


O presente artigo baseia-se na pesquisa empírica cujo objetivo foi de analisar as percepções dos professores da rede pública da educação básica do estado de Goiás sobre suas práticas pedagógicas mediadas por tecnologias. Os dados obtidos foram estruturados em dois temas: os usos didático-pedagógicos das tecnologias e as condições de uso. O primeiro desdobrou-se em dois subtemas: a) formas de uso e b) recursos utilizados. No segundo, foram abordadas as condições de uso organizadas em três subtemas: a) equipamentos e infraestrutura, b) condições didático-pedagógicas e c) intervenções políticas. As possibilidades de superação da identificada prática prevalentemente baseada numa lógica instrumental encontram-se na revisão estrutural das condições físicas e pedagógicas escolares, bem como na formação docente fundamentada em teorias pedagógicas. 

Palavras-chave


Tecnologia e educação. Prática pedagógica; Lógica instrumental; Lógica determinista.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N27.7762

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.