Limites e possibilidades do uso das TDICs no processo de formação de professores na modalidade a distância: a experiência do Programa Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto

Breynner Ricardo Oliveira, Jianne Ines Fialho Coelho, Márcia Freitas Vieira

Resumo


Este artigo analisa os limites e possibilidades das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) para a formação continuada de professores na modalidade a distância. Os dados utilizados advêm de uma pesquisa realizada com 26 sujeitos que compuseram a equipe de formação do Programa Escola de Gestores (PNEG) na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) no período de 2013 a 2015. As entrevistas foram codificadas através da utilização do software NVivo®. Os dados analisados revelam que tais experiências promovem um ambiente virtual colaborativo de aprendizagem e reflexão a partir das vivências que os formadores trazem consigo. As dificuldades e os desafios enfrentados pelos formadores relacionam-se ao trabalho virtual, à distribuição do tempo e a fluência digital. Em relação às TDICs, a mediação que se dá através dessas tecnologias tem repercutido positivamente em suas práticas pedagógicas, em função do intercâmbio de saberes e experiências entre a educação presencial e a EaD.


Palavras-chave


Formação continuada de professores. Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação. Educação a Distância. Programa Nacional Escola de Gestores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N27.7787

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.