Higienismo e positivismo no Brasil: unidos e separados nas campanhas sanitárias (1900 - 1930)

Edivaldo Góis Junior

Resumo


Propomos, neste texto, um resgate histórico baseado na seguinte questão: qual a relação do positivismo com o ‘movimento higienista’? Para tanto, foram pesquisadas fontes primárias e secundárias sobre este tema, no Brasil, relatando as tensões internas desses movimentos e ressaltando suas orientações políticas e filosóficas. Concluímos que não podemos afirmar que o movimento higienista apresentasse um caráter positivista, pelo simples motivo de que, em nosso país, positivistas e higienistas algumas vezes estiveram em campos opostos. Dessa forma, não encontramos indícios de uma determinação metodológica do positivismo no movimento higienista, mas tão-somente no aspecto moral de crença na ciência.

Palavras-chave


história da ciência; movimento higienista; historiografia; saúde pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.v2i0.839

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.