Tecnologia educacional no ensino de Física e de Ciências da Natureza, nos depoimentos de pesquisadores protagonistas: construtivismo versus instrucionismo, concreto versus virtual

Luís Fábio Simões Pucci, Carlos Bauer

Resumo


A sociedade contemporânea apresenta-se fortemente alicerçada no uso e no desenvolvimento das tecnologias que, em uma de suas vertentes, apresentam-se na forma de rápidas e potentes mídias de informação e comunicação. Essa realidade, como não poderia deixar de ser, influencia também o campo da Educação: livros, jornais, televisão, vídeo, computador, equipamentos pedagógicos diversos e sistemas educacionais, entre outros, que se apresentam como mídias de potencial educativo, tanto dentro quanto fora da escola. Partindo de uma abordagem histórica e de depoimentos para tentar vislumbrar como isso ocorre, aproveitamos a opinião de especialistas em mídias e tecnologias aplicadas ao ensino de ciências da natureza, que desempenharam importante papel na implementação de diversos programas nessa área: Claúdio Zaki Dib, Ernst Hamburger e Norberto Cardoso Ferreira.

Palavras-chave


Educação. História da educação. Ensino de Física. Ensino de Ciências. Tecnologia educacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v10i2.1268

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br