Educação e Formação Humana: um debate histórico-ontológico

Lucas Dominguini, Vidalcir Ortigara

Resumo


A educação constituiu-se desde o princípio da sociedade capitalista como uma entidade que visa construir uma classe trabalhadora que contenha um mínimo de conhecimento para poder controlar os meios de produção, mas que não transmita conhecimentos de forma aprofundada que lhe permita lutar por uma sociedade liberta das condições de dominação de classe. Compreender as formas de organização social dos modos de produção e propriedade permite uma melhor compreensão dos caminhos que a educação trilha atualmente e quais suas perspectivas dentro da sociedade capitalista. Nosso objetivo é apresentar elementos que contribuem para evidenciar a necessidade de formulação de uma atividade educativa que perspective a emancipação humana em contraste com o atual modelo pedagógico preponderante na sociabilidade do capital.

Palavras-chave


Educação. Formação Humana. Sociabilidade do capital. Emancipação humana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v11i2.1458

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br