A gestão do conhecimento no contexto hodierno: do “produtivismo” à humanização da formação

Naura Syria Carapeto Ferreira

Resumo


Este trabalho analisa a gestão do conhecimento, sua compreensão na perspectiva empresarial e suas conseqüências salientando e importância da compreensão de gestão do conhecimento na perspectiva educacional e democrática comprometida com a promoção humana. Salienta a importância da pesquisa educacional comprometida com a formação de seres humanos fortes intelectualmente, ajustados emocionalmente, capazes tecnicamente e ricos de caráter, quer na pós-graduação em educação strito sensu, quer outro grau de escolaridade sempre, comprometido com a formação científica dos educandos. O conhecimento regulado pelo capital tem conduzindo a sociedade mundial e a humanidade, produzindo a divisão do mundo em dois mundos, polarizando-os no mundo dos possuidores e no mundo dos possuídos. Evidencia, por isso, a necessidade da produção de um conhecimento emancipador que alicerce a construção de uma outra ética que não a ética liberal, rumo à construção de uma sociedade não discricionária, justa e igualitária. Nesse sentido e com esse compromisso surge a necessidade da gestão do conhecimento que, dialeticamente, pode gerir e gestar a produção do conhecimento a partir de compromissos democráticos que são solidários.

Palavras-chave


Humanização. Formação. Pesquisa educacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v11i2.1518

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br