Avaliação, regulação e qualidade na educação superior: os desafios da gestão acadêmica

Celia Maria Haas, Ana Sílvia Moço Aparício

Resumo


Este texto aborda possíveis implicações, na gestão acadêmica de doze universidades da Grande São Paulo/SP – de um total de dezoito –, dos resultados produzidos pelo Sinaes, em seus processos de avaliação da educação superior, e decorre da pesquisa intitulada “A avaliação da educação superior no Brasil: sistema adotado pelo governo federal e uso dos seus resultados na gestão institucional”. A pesquisa buscou conhecer os efeitos e iniciativas que o Sinaes vem induzindo na gestão acadêmica das instituições de educação superior na ótica dos dirigentes universitários, com o objetivo de analisar as implicações da consolidação do sistema de avaliação da educação superior no Brasil, visando explicitar o uso dos resultados das avaliações institucionais – interna e externa – identificando iniciativas de gestão praticadas nas universidades públicas e privadas. Os procedimentos metodológicos podem ser inscritos na avaliação de política com foco na análise da utilização de seus resultados. Participaram da pesquisa 12 Universidades, destas, cinco privadas, 4 públicas e 3 confessionais. Os gestores reconhecem que o Sinaes impacta na gestão acadêmica, sendo que, nas instituições privadas, busca-se o atendimento às exigências legais, nas públicas, há um esforço para incorporar os processos de avaliação na dinâmica institucional e as confessionais pontuam a falta de consideração pelos projetos pedagógicos específicos que desenvolvem.


Palavras-chave


Educação Superior. Gestão acadêmica. Qualidade. Sinaes. Universidades.

Texto completo:

PDF

Referências


BALL, Stephen J. Profissionalismo, Gerencialismo e Performatividade. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, p. 539-564, set./dez. 2005.

BERTOLIN, Júlio C. G. Qualidade em Educação superior: da diversidade de concepções a inexorável subjetividade conceitual. Avaliação. Campinas/SP; Sorocaba/SP, v. 14, n.1, p.127-149, mar. 2009.

BOGDAN, Roberto C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação. Porto/ Portugal: Porto, 1991.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Congresso Nacional. 1988.

______. Lei Federal nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília/DF: Congresso Nacional, 1996.

______. Lei Federal nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Brasília/DF: Congresso Nacional, 2004.

______. Decreto Federal n.º 9235, de 15 de dezembro de 2017. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação das instituições de educação superior e dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação no sistema federal de ensino. Brasília, DF: Congresso Nacional, 2017.

DIAS SOBRINHO, José. Avaliação da educação superior. Rio de Janeiro: Vozes, 2000.

______. Qualidade, avaliação: do SINAES a índices. Revista de Avaliação da Educação Superior, Campinas/SP; Sorocaba/SP, v. 13, n. 3, p. 817-825, nov. 2008.

ESCRIGAS, Cristina et al. Novas dinâmicas para a responsabilidade social. In: GUNI - Global University Network for Innovation. Higher education at a time of transformation. Tradução - Educação superior: em um tempo de transformação, por Vera Muller; Juliana Solano (Col.). Porto Alegre : EDIPUCRS, 2009.

FRANCISCO, Thiago Henrique Almino; NAKAYAMA, Marina Keiko; SOUZA, Izabel Regina de. A regulação da educação superior como mecanismo indutor de qualidade: desafios e oportunidades no contexto brasileiro. Revista CAMINE: Caminhos da Educação, Franca/SP, v. 7, n. 2, p. 144-164, 2015.

GOMES, Válter; MACHADO-TAYLOR, Maria de Lourdes; SARAIVA, Ernani Viana. O ensino superior no Brasil: breve histórico e caracterização. Ciência & Trópico, Recife, v. 42, n. 1, p. 106-129, jan./jul. 2018.

HAAS, Celia Maria. A avaliação da educação superior no Brasil: sistema implementado pelo governo federal e uso dos seus resultados na gestão institucional. Projeto de Pesquisa financiado pela FAPESP. Processo FAPESP: 2014/16209-9. São Paulo. 2014.

JOVCHELOVITCH, Sandra, BAUER, Martin W. Entrevista narrativa. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis/ RJ: Vozes, 2008. p. 90-113.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MOROSINI, Marilia Costa et al. A qualidade da educação superior e o complexo exercício de propor indicadores. Revista Brasileira de Educação v. 21, n. 64, jan./mar. 2016.

NEAVE, Guy. A few impertinent questions to those who are engaged in selling the family silver: prospects for the evaluative State. Enschede/Holanda: CIPES, 2014. Disponível em: http://sigarra.up.pt/up/en/noticias_geral.noticias_cont?p_id=F638094035/GuyNeave.pdf. Acesso em: 17 jul. 2019.

PIMENTA, Fernanda C. R. Os instrumentos de avaliação do SINAES: gestão e qualidade na perspectiva dos coordenadores de curso. 163f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

RIBEIRO, Jorge Luiz Lordêlo de Sales. SINAES: o que aprendemos acerca do modelo adotado para avaliação do ensino superior no Brasil. Avaliação, Campinas/SP; Sorocaba/SP, v. 20, n. 1, p. 143-161, mar. 2015.

RIBEIRO, Raimunda Maria da Cunha. A natureza da gestão universitária: influência de aspectos político-institucionais, econômicos e culturais. Rev. Inter. Educ. Sup. Campinas/SP, v. 3 n. 2 p. 357-378, maio/ago. 2017.

VERHINE, Robert E. Avaliação e regulação da educação superior: uma análise a partir dos primeiros 10 anos do SINAES. Avaliação, Campinas/SP; Sorocaba/ SP, v. 20, n. 3, p. 603-619, nov. 2015.

______ ; FREITAS, Antônio Alberto da Silva Monteiro de. A avaliação da educação superior: modalidades e tendências no cenário internacional. Revista Ensino Superior, Unicamp. p.16-39, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n51.15825

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 EccoS – Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica 

ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br