Educação ambiental e corporal: algumas reflexões

Dileno Dustan Lucas de Souza, Laura Pronsato

Resumo


A educação ambiental tem ficado restrita aos discursos do “verde” ou do sustentável. Por outro lado, o corpo é tratado como uma espécie de máquina a ser disciplinada em estado de confinamento e silenciamento. Essa percepção nos levou a desenvolvemos uma pesquisa com interfase na extensão em uma escola público do ensino fundamental no município de Viçosa – MG no intuito de entender por dentro do sistema escolar como é tratada a educação ambiental e ampliar a capacidade de reflexão e conscientização sobre o meio que se vive e como o corpo reage. O propósito desse texto é de socializar essa experiência a partir de práticas pedagógicas em torno da Educação Ambiental e Corporal. Metodologicamente trabalhamos com pesquisa participante no ambiente educativo dentro e fora da escola. As atividades de consciência corporal e ambiental foram relacionadas com a observação, experimentações corporais e reflexões.

Palavras-chave


educação, consciência ambiental, consciência corporal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n35.3532

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br