Ações afirmativas na universidade: política pública em educação para a população negra

Patricia Costa Pereira da Silva

Resumo


O objetivo do presente trabalho é apresentar uma análise das ações afirmativas na universidade pública brasileira enquanto políticas públicas focalizadas para a população negra. Para tanto, fez-se um breve histórico das ações afirmativas no Brasil e as justificativas para sua implementação no ensino superior público. Este estudo aponta, entre outras conclusões, a existência da desigualdade racial entre brancos e negros nas mais diferentes esferas sociais como a principal justificativa. Utilizou-se como referencial teórico os estudos de Guimarães (2003), Gomes (2005) e Silvério (2007). A metodologia utilizada é a pesquisa bibliográfica. Faz-se necessário afirmar que este trabalho é resultado de uma reflexão obtida a partir da dissertação de Mestrado em Educação na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), intitulada “A vida na universidade: um estudo sobre o cotidiano do cotista negro a UERJ”.

Palavras-chave


ações afirmativas, população negra, política pública em educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n36.3601

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br