Política de expansão do ensino superior: a classe operária vai ao campus

Carlos Bauer

Resumo


Busca-se, neste artigo, discutir alguns elementos que constituem a chamada crise do ensino superior brasileiro. Particularmente, chama a atenção seu processo de expansão e o de proletarização dos docentes que nele se produz. São analisadas as origens históricas e sociais do processo de elitização do ensino superior e reconhecidos os mecanismos políticos que remeteram a iniciativa privada a responsabilidade pela expansão dessa modalidade de ensino no pais. Também interessa apontar os riscos da massificação, a precarização do trabalho docente e os desafios postos com a chegada desse inusitado personagem ao cenário do ensino superior brasileiro: os filhos da classe operaria.

Palavras-chave


Desafi os da educação superior. História social do ensino superior. Massifi cação. Proletarização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v8i2.478

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2020 Todos os direitos reservados.