As professoras primárias da Guanabara de Lacerda: a construção do tipo antropológico

Maria Angélica da Gama Cabral Coutinho

Resumo


Neste artigo, analisa-se a representação das professoras primárias do Estado da Guanabara, adotando como referência a análise do que Cornelius Castoriadis denominou de “o tipo antropológico”, durante o primeiro governo de Lacerda. Discute-se, ainda, como essas professoras foram profundamente marcadas por essa gestão.

Palavras-chave


Educação. Guanabara. Professora primária. Tipo antropológico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v9i1.491

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br