Rede de formação de professores da educação básica: análise dos princípios organizacionais em cursos de pós-graduação stricto sensu

Graziela Fatima Giacomazzo

Resumo


O artigo pauta-se em um estudo realizado no contexto da Pós-Graduação (stricto sensu), semipresencial, tendo como cenário investigativo o programa PROFMAT – Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional. O Programa vai ao encontro da Meta 16 do Plano Nacional de Educação (PNE), que coloca como um dos objetivos nacionais para o decênio 2014-2024 formar cinquenta por cento dos professores da educação básica em nível de pós-graduação lato e stricto sensu e garantir a todos a formação continuada em sua área de atuação. O aporte teórico analítico refere-se aos conceitos sobre os novos modos de produção do conhecimento, denominado Modo 2, considerando-se que há alinhamentos com a natureza do Mestrado Profissional. Apresentam-se assim as análises decorrentes da documentação do programa, cujo objetivo era identificar em que registros escritos e publicados as afirmativas e os compromissos firmados traduzem os seguintes princípios no Modo 2: Princípio da Aplicabilidade e Princípio da Heterogeneidade.


Palavras-chave


Plano Nacional de Educação. Formação de Professores. Ciência Modo 2. Mestrado Profissional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n37.5437

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br