Expansão da oferta de educação infantil no Rio Grande do Sul: desafios no contexto do novo Plano Nacional de Educação

Maria Luiza Rodrigues Flores, Gisele Rodrigues Soares

Resumo


O trabalho apresenta dados de pesquisa que monitorou o alcance da meta nacional de atendimento para a Educação Infantil no Estado do Rio Grande do Sul, considerando-se o estabelecido no Plano Nacional de Educação 2001-2010. A metodologia do estudo envolveu análise de dados censitários, demográficos e educacionais no período de 2006 a 2012 e análise documental das “Radiografias da Educação Infantil” elaboradas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS, 2007, 2010, 2011, 2012, 2013). A ampliação do atendimento à faixa etária da Educação Infantil no estado cresceu no período analisado, atingindo em 2012 o percentual de atendimento de 25,46% para a subetapa Creche e de 67,84% em relação à Pré- escola. A análise dos dados projeta desafios para este estado no que se refere ao decênio 2014-2024, prazo de vigência do novo Plano Nacional de Educação para que sejam alcançados os percentuais previstos para ambos os agrupamentos etários. 


Palavras-chave


políticas educacionais; Educação Infantil; Plano Nacional de Educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n37.5569

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br