Cartografias e a formação de professores: o papel filosófico-pedagógico dos professores de Filosofia

Flávio Carvalho

Resumo


Este texto resulta de uma investigação em desenvolvimento acerca do professor de Filosofia no Ensino Médio, abordando sua formação e sua atuação na educação de jovens estudantes. Aqui apresentamos um diagnóstico construído na primeira fase da investigação, no qual indicamos os principais problemas vinculados ao ensino de Filosofia e ao seu ator pedagógico, o professor. Na segunda fase da investigação, ainda em construção, sob a orientação da metodologia da cartografia, passaremos à investigação de como as relações entre este ator e os outros atores pedagógicos se constroem, como e quais discursos e dispositivos são elaborados e, por fim, como podemos pensar e executar intervenções alternativas que estimulem a educação filosófica.

Palavras-chave


Ensino de Filosofia; formação de professores; cartografia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n39.6182

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br