Base Nacional Comum Curricular para a educação infantil: entre desafios e possibilidades dos campos de experiência educativa

Luciane Pandini-Simiano, Márcia Buss-Simão

Resumo


O presente texto pretende contribuir com a discussão das políticas curriculares nacionais, focando nos desafios e possibilidades da Base Nacional Comum Curricular da Educação Básica para a educação infantil a partir da proposta dos Campos de Experiência. Para tanto, está organizado em três partes, na primeira, a partir da legislação educacional brasileira, apresenta um conjunto de documentos orientadores que fundamentam a política educativa na educação infantil e sublinham o direito das crianças à educação infantil. No segundo momento discute a base Nacional Comum Curricular para a educação infantil e a sua proposta de organização a partir de Campos de Experiência. Na sequência, finaliza apontando as possibilidades e desafios dos Campos de Experiência na educação infantil.

Palavras-chave


Educação infantil. Políticas curriculares. Campos de experiência educativa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n41.6799

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br