Tendências dos rankings acadêmicos de abrangência nacional de países do espaço ibero-americano: os rankings dos jornais El Mundo (Espanha), El Mercurio (Chile), Folha de São Paulo (Brasil), Reforma (México) e El Universal (México)

Adolfo Ignacio Calderón, Carlos Marshal França, Armando Gonçalves

Resumo


Este artigo aborda a avaliação da educação superior por meio de rankings acadêmicos. Analisa os cinco rankings produzidos por jornais de grande circulação existentes no espaço ibero-americano: 50 Carreras - Los Mejores Centros Universitários, do jornal espanhol El Mundo; Ranking de Calidad de las Universidades Chilenas, do jornal chileno El Mercurio; Ranking Universitário Folha – RUF, do jornal brasileiro Folha de São Paulo; Las Mejores Universidades, do jornal mexicano Reforma, e Mejores Universidades do jornal mexicano El Universal, apresentando tendências, semelhanças e especificidades existentes, em termos conceituais e metodológicos. Realizou-se estudo de caráter descritivo-analítico e comparativo, por meio de pesquisa bibliográfica e documental. Todos os rankings explicitam a missão de orientar a escolha de futuros universitários e classificam universidades e cursos de graduação. Evidencia-se diversidade metodológica, adotam-se indicadores com variada predominância (objetivos, subjetivos ou híbridos) e de diversas naturezas (com foco em produtos, em insumos ou híbridos).


Palavras-chave


Rankings acadêmicos. Rankings universitários. Avaliação da Educação Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n44.7943

Direitos autorais



EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br