Gerenciamento de estoques em ambiente hospitalar: estudo de caso em um ambulatório público infantil

Winston Aparecido Andrade, Marcos Antônio Maia de Oliveira, Taeko Navazava, Alexandre Formigoni

Resumo


As instituições de saúde, em geral, devem contar com uma excelente logística, especialmente de estoques e de custos, a fim de continuarem atuando num mercado que vem-se revelando cada vez mais competitivo. É também indispensável buscar a melhoria do nível de atendimento aos clientes. Portanto, torna-se imprescindível um gestor com excepcional proficuidade para a dificílima incumbência de conciliar alvos que se contrapõem: reduzir custos com estoques e, simultaneamente, manter um nível satisfatório de atendimento aos pacientes. Nesse contexto, a finalidade primordial no atual trabalho foi investigar a técnica de gerenciamento de estoques adotada na farmácia de um ambulatório público infantil, com o intuito de apresentar sugestões e recomendações para otimização da logística.

Palavras-chave


Gerenciamento de estoque. Logística hospitalar. Minimização de custos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v14n4.6089

Direitos autorais



Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2020 Todos os direitos reservados.