Os sistemas de gestão da produção e a necessidade de adequação aos modelos ERP

José Carlos Cordeiro, Fabio Nazareno Machado da Silva, Maria Rita Assumpção, Silvana Mendes da Silva

Resumo


As organizações enfrentam ambientes de alta competitividade e busca constante por satisfazer necessidades dos clientes, sem esquecer as próprias necessidades. Nesse contexto, sistemas de Gestão da Produção têm papel fundamental de apoio para atendimento às estratégias de negócio. O objetivo deste estudo é avaliar como os sistemas produtivos são impactados em seus processos em função da necessidade de enquadrar-se aos sistemas ERP e manter seu nível de serviço. Esses elementos foram identificados a partir da literatura e observados em um estudo de caso. As teorias relacionadas à pesquisa são referentes a sistemas ERP, tipos de ambiente de produção – Make to order (MTO) e/ou Make to Stock (MTS) – e critérios competitivos para entrada de pedidos. O resultado demonstrou que empresas que possuem em seus processos atendimento do tipo MTO, é maior a necessidade de fazer customizações em função do risco de perda de competitividade do que em empresas do tipo MTS.

Palavras-chave


ERP; estratégia de produção; critérios competitivos, make to stock, make to order.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v14n1.6111

Direitos autorais



Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção
ISSN da versão eletronica: 1983-9308
ISSN da versão impressa: 1678-5428
https://revistaexacta.org.br