Melhoria dos métodos de produção por meio da associação entre o rearranjo físico e a metodologia 5S

Dallas Walber Ferraz Segundo, Andréa Raffaella Avelar Pimentel Vila Nova, Marcele Elisa Fontana

Resumo


A busca pela melhoria contínua se faz presente em muitas empresas, influenciando significativamente o seu sucesso. Neste sentido, existem muitas ferramentas que apresentam tal finalidade, dentre elas destaca-se o 5S, que agindo de maneira integrada com o estudo dos Tempos e Movimentos, visa melhorar a eficiência da produção. Por outro lado, é recorrente na maioria das empresas a dificuldade em dispor de seus recursos transformadores, visto que, o arranjo físico, ou layout, quando definido de maneira inadequada, pode comprometer a eficiência produtiva. Diante disso, o presente trabalho demonstra uma hibridização de métodos, além da adaptação da metodologia 5S ao ambiente de uma empresa de confecções, permitindo melhorar o fluxo de recursos humanos e materiais, bem como reduzir o tempo e as distâncias percorridas pelos materiais em processamento.


Palavras-chave


Melhoria Contínua; 5S; Engenharia de Métodos; Tempos e Movimentos; Arranjo Físico

Texto completo:

pdf

Referências


BATAGLIN, L. M. C., BASILIO, T. L., VIEIRA, J. G. V., & ROSSETTI, N. (2013). Avaliação de arranjo físico e custos logísticos na transferência de maquinário em uma unidade fabril. Revista Eletrônica Produção & Engenharia, 3(2), 300-308.

BERTHOLEY, F., BOURNIQUEL, P., RIVERY, E., COUDURIER, N., & FOLLEA, G. (2009). Méthodes d’ amelioration organisationelle appliquées aux activités des établissements de transfusion sanguine (ETS): Lean manufacturing, VSM, 5S. Transfusion Clinique et Biologique, 16, 93-100.

BHUIYAN, N., & BAGHEL, A. (2005). Na overview of continuous improvement: From the past to the present. Management Decision, 3(5), 761-771.

BOE, W. J., & CHENG, C. H. (1991). A close neighbor algorithm for designing cellular manufacturing systems. International Journal of Production Research, 29(10), 2097- 2116.

BORBA, M. de, MATSUMOTO, E. H., MICHELUTTI, F., CASTRO, R. B. de, & LANGHAMMER, T. T. (2011). Elaboração de um Modelo de Implantação do Programa 5S e sua Aplicação em uma Montadora de Bicicleta. XVIII Simpósio de Engenharia de Produção (SIMPEP), Bauru.

DRIRA, A., PIERREVAL, H., & HAJRI – GABOUJ, S. (2007). Facility layout problems: A survey. Annual Reviews in Control, 31, 255-267.

FLESSAS, M., RIZZARDI, V., TORTORELLA, G. L., FETTERMANN, D., & MARODIN, G. A. (2015). Layout performance indicators and systematic planning: A case study in a southern Brazilian restaurant. British Food Journal, 117(8), 2098-2111.

LATIFI, S. E., MOHAMMADI, E., & KHAKZAD, N. (2017). Process plant layout optimization with uncertainty and considering risk. Computers & Chemical Engineering, 106, 224 – 242.

MARTINS, P. G., & LAUGENI, F. P. (2006). Administração da Produção. (2a ed.). São Paulo, Saraiva.

NASCIMENTO, L. S. do, NASCIMENTO, P. F. P. do, PEREIRA, K. I. de A., & SOUZA, M. C. L. de (2014). Estudo de Tempos e Movimentos no processo produtivo de uma organização do Ramo Alimentício. Revista Latino – Americana de Inovação e Engenharia de Produção, 2(3), 121-132.

OLIVEIRA, I. M. D., PAZ, C. C. da, SILVA, A. M. da, & FERREIRA, W. de P. (2017). Balanceamento de linha e arranjo físico: estudo de caso em uma linha de produção de cabines para máquinas de construção. Exacta- EP, São Paulo, 15(1), 101-110.

OMOGBAI, O., & SALONITIS, K. (2017). The implementation of 5S lean tool using system dynamics approach. Procedia CIRP, 60, 380 – 385.

RAWABDEH, I., & TAHBOUB, K. (2006). A new heuristic approach for a computer-aided facility layout. Journal of Manufacturing Technology Management, 17(7), 962-986.

SANTOS, L. C., GOHR, C. F., & LAITANO, J. C. A. (2012). Planejamento sistemático de layout: adaptação e aplicação em operações de serviços. Revista Gestão Industrial, 8(1), 01-21.

SCOPINHO, W., CHAVES, C. A. (2012). Custos da qualidade em uma indústria multinacional automotiva de grande porte. Exacta, São Paulo, 10(2), 157 – 166.

SHAN, D. Y., & CHEN, C-W. (2001). A new approach to the multiple objective facility layout problem. Integrated Manufacturing Systems, 12(1), 59-66.

SILVA, R. B., SOARES, E. J. O., ALVES, A. P., SILVA, F. S., & FONTANA, M. E. (2008). Estudo do arranjo físico em uma indústria de beneficiamento de leite de pequeno porte. IV Encontro Mineiro de Engenharia de Produção (EMEPRO), Ouro Preto.

SILVA, A. L. da, & RENTES, A. F. (2012). Um modelo de projeto de layout para ambientes job shop com alta variedade de peças baseado nos conceitos da produção enxuta. Gestão & Produção, 19(3), 531-541.

SLACK, N., JOHNSTON, R., & CHAMBERS, S. (2009). Administração da Produção. (3a ed.). São Paulo, Atlas.

SOUSA, R. D. O., SILVA, C. O., AGOSTINO, I. R. S., FROTA, P. C., & OLIVEIRA, R. D. (2017). A importância da ferramenta PDCA no processo industrial portuário: estudo de caso em um carregador de navios. Exacta – EP, São Paulo, 15(1), 111- 123.

SOUZA, J. A., Jr., ANDRADE, M. H. S., CARMO, B. B. T., SANTIAGO, K. G., & ALBERTIN, M. R. (2012). Identificação do layout adequado em uma empresa de tecnologia eletrônica. Revista Eletrônica Sistemas & Gestão, 7(1), 1-22.

TARDIN, M. G., ELIAS, B. R., RIBEIRO, P. F., & FERREGUETE, C. R. (2013). Aplicação de conceitos de engenharia de métodos em uma panificadora. Um estudo de caso na panificadora Monza. XXXIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), Salvador.

TUJI, A., Jr., ROCHA, I. O., & SABÁ, R. F. B. (2002). Realização de Estudo de Tempos e Movimentos numa Indústria de Colchões. XXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), Curitiba.

VIEIRA, A. M., GALDAMEZ, E. V. C., SOUZA, F. B., & OLIVEIRA, O. J. (2013). Diretrizes para desenvolvimento coletivo de melhoria contínua em Arranjos Produtivos Locais. Gestão & Produção, 20(2), 469 – 480.

YANG, T., SU, C-T., & HSU, Y-R. (2000). Systematic layout planning: a study on semiconductor wafer fabrication facilities. International Journal of Operations & Productions Management, 20(11), 1359-1371.




DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v17n4.7585

Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2020 Todos os direitos reservados.