Análise de desempenho dos Insumos de Inovação do Sistema Nacional de Inovação do Brasil

Juraci Ferreira Galdino

Resumo


Com base nos indicadores do Global Innovation Index (GII), foram analisados os Insumos de Inovação do Sistema Nacional de Inovação (SNI) do Brasil, de 2013 até 2017, objetivando identificar seus gargalos e tendências. Os indicadores foram agrupados em quatro classes, cada qual contendo a mesma quantidade de países, conforme similaridade de desempenho. Esse tipo de agrupamento facilitou a análise de desempenho e a obtenção de tendências do SNI do Brasil. Nos casos em que ocorreram modificações nas variáveis utilizadas na medição dos indicadores do GII, foram realizados exercícios contrafactuais para mitigar os efeitos dessas modificações nas análises da evolução dos Insumos de Inovação. Os estudos aqui apresentados mostram que o pilar Instituições é o principal gargalo ao avanço do SNI do Brasil.

Palavras-chave


Inovação; Insumos de Inovação; Índice Global de Inovação; Hélice Tripla.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v17n2.8125

Direitos autorais 2019 Exacta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

ISSN da versão eletronica: 1983-9308
ISSN da versão impressa: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.