Reflexões Empíricas Sobre a Dimensão Social da Sustentabilidade em Cadeias de Suprimento: O que Precisa Mudar?

Ana Paula Ferreira Alves, Minelle Enéas Silva

Resumo


Nos últimos anos, têm sido deflagrados vários escândalos observados em níveis mundiais, relacionados ao desrespeito aos direitos humanos, e também ao envolvimento de organizações de diversas cadeias de suprimento. Sob essa questão, este estudo objetiva identificar a aplicação de aspectos sociais em cadeias de suprimento de uma empresa de confecções brasileira. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa por meio de um levantamento documental a partir de três critérios de coleta apontados, quais sejam: discurso do social, ações sociais e prática do social. Os resultados apontam que a empresa vem evidenciando preocupações com a dimensão social, voltadas à cadeia de suprimento. Entretanto, estimula-se aprofundar discussões que podem ampliar sua performance social, ainda inconsistentes, e, portanto, contribuir com a inserção da sustentabilidade na cadeia de suprimento.

Palavras-chave


Dimensão Social; Cadeias de Suprimento; Sustentabilidade; Mudança

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v6i1.529

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional