Percepção dos Consumidores Sobre Programa de Descarte de Resíduos Recicláveis em Redes Supermercadistas de Porto Alegre

Daniela Callegaro de Menezes, Daniel Dapper

Resumo


Atualmente, percebe-se um repensar da sociedade sobre o modo como os recursos são utilizados. Esta situação aponta para o desenvolvimento sustentável e sua relação com o mercado e os modelos de negócio praticados. Nesse contexto, é interessante entender o papel do varejo, buscando identificar a percepção dos consumidores quanto a um programa de descarte de resíduos recicláveis, utilizando a infraestrutura das redes supermercadistas. Para tanto, foi realizado um levantamento de dados por meio de entrevistas em profundidade e aplicação de questionário. Os resultados do estudo indicam que há demanda para modelos de negócios sustentáveis. Os entrevistados sugerem que a separação dos resíduos domésticos é vista tanto como uma ação social quanto uma maneira de colaborar com o meio ambiente. Além disso, os resultados sugerem que os respondentes não pensam ser conveniente propor que os consumidores levem os resíduos recicláveis até os supermercados para descartá-los, pois existe coleta seletiva em Porto Alegre. Contudo, se tal proposta proporcionar ganho financeiro aos consumidores, os entrevistados entendem que a iniciativa pode ter adeptos no curto prazo.

Palavras-chave


Consumo Consciente, Meio Ambiente, Supermercados.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v2i2.66

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional