Comparativo entre Práticas de Gestão de Projetos na Indústria de Autopeças

Jose Fernando Pereira Junior, Jose Antonio de Sousa Neto

Resumo


A indústria de autopeças em função do seu principal cliente, as montadoras de veículos, desenvolvem anualmente dezenas de projetos de variada complexidade e tamanho. A observação sobre estas empresas mostra que na maior parte do tempo são verificadas falhas típicas de projetos com problemas de gerenciamento, escopos mal elaborados, atrasos, problemas de comunicação, qualidade, fluxo de caixa e etc. Se observamos a indústria de autopeças e sua influência na indústria automobilística, observaremos a existência de técnicas estruturadas para gerenciamento de projetos de novos produtos, que obviamente visam garantir o adequado gerenciamento dos projetos e como consequência o cumprimento dos objetivos estabelecidos. Este relatório técnico visa comparar de forma simplificada duas praticas de gerenciamento de projetos, O APQP (“Advanced Product Quality Planning”) Planejamento avançado da qualidade) que é utilizado pela indústria de autopeças e automobilística e o PMBOK (“Project Management Body of Knowledge” – Guia de conhecimento em gerenciamento de projetos) o) elaborado pelo PMI e de ampla utilização no mercado.

 


Palavras-chave


Gerenciamento, Projetos, Planejamento, Avançado, Qualidade, Produto.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/iptec.v4i1.53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Jose Fernando Pereira Junior, Jose Antonio de Sousa Neto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC

e-ISSN: 2318-9851
www.revistaiptec.org

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC ©2020 Todos os direitos reservados.