Marketing de relacionamento na gestão do futebol: identificação e comparação das ações em quatro clubes brasileiros

Ebio Viana Meneses Neto, Andréia de Fátima Hoelzle Martins

Resumo


Objetivo: O objetivo geral pretendido nesse estudo foi identificar se há uso de instrumentos e estratégias do marketing de relacionamento na gestão dos quatro maiores clubes brasileiros em número de torcedor e comparar as ações entre esses.

Método: É uma pesquisa qualitativa descritiva em que, para atingir os objetivos, utilizou-se de dados secundários como documentos e informações disponíveis nos sites oficiais dos clubes. A partir disso, os dados foram interpretados tentando identificar ações de marketing de relacionamento e sua classificação conforme a literatura.

Originalidade/Relevância: O novo contexto de investimentos no esporte exige maior profissionalização, transparência e racionalização da gestão da área. Assim, estudar as áreas funcionais da administração concatenando com o fato esportivo é de suma importância para práticas mais eficientes e eficazes de gestão, daí a relevância do presente artigo.

Resultados: Dentre os resultados encontrados, destaca-se o programa de sócio torcedor como estratégia de marketing de relacionamento utilizado pelos clubes estudados. Além disso, o modelo de relacionamento contratual foi o mais utilizado pelos clubes.

Contribuições Teóricas/Metodológicas: O conteúdo deste trabalho fornece subsídio para entendimento científico sobre o comportamento do consumidor esportivo e principalmente sobre o processo gerencial dos clubes relacionados ao marketing esportivo e de relacionamento, auxiliando no desenvolvimento de novos trabalhos nesta área.

Contribuições Sociais: O esporte traz consigo aspectos intangíveis, ou seja, o momento esportivo é considerado único e de difícil precificação. Desta forma, o futebol transforma de maneira única a sociedade e este trabalho auxilia no entendimento do torcedor (ente social esportivo) como objetivo central das ações dos clubes.


Palavras-chave


Profissionalização do Esporte; Gestão Esportiva; Consumidor Esportivo; Marketing de Relacionamento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. I. S.; COELHO, R. L. F.; OLIVEIRA, D. S.; CAMARGO, A.; SAVIOLI, P. Sales-based Brand Equity as a Performance Driver in 'The Country of Soccer' . Revista de Administração Contemporânea, v. 24, n. 2, p. 134-150, 2020.

AMBEV. Movimento por um Futebol Melhor. 2018. Disponível em: . Acesso em 30.10.18

BDO, 11º Valor das Marcas dos Clubes Brasuleiros. 2018. Disponível em: . Acesso em 18.02.2020

BERRY, L. L., PARASURAMAN, A. Serviços de marketing. 3. ed. São Paulo: Maltese, 1995.

CORINTHIANS. Estatuto Social. 2017. Disponível em: . Acesso em 15/11/2018

CORINTHIANS. Orçamento 2018. Disponível em Acesso em 18/11/2018

DATAFOLHA, I.P. Flamengo e Corinthians seguem na liderança de torcidas. 2018. Disponível em:

DICIONÁRIO. Origem da Palavra. 2018. Disponível em: . Acesso em 09/12/2018

FLAMENGO. Estatuto Social. 2017. Disponível em: . Acesso em 15/11/2018

FLAMENGO. Governança Corporativa. 2018. Disponível em: . Acesso em 15/11/2018

GASPAR, M., MORAIS, D., VALLADA JÚNIOR, A., DEBIA, C. Marketing Esportivo: Um Estudo das Ações Praticadas por Grandes Clubes de Futebol do Brasil. PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, Local de publicação (editar no plugin de tradução o arquivo da citação ABNT), 3, jun. 2014

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, v. 5, n. 61, p. 16-17, 2002.

GLOBO ESPORTE. Fifa diz que primeira rodada da Copa bateu recordes de audiência na TV. 2014. Disponível em: . Acesso em 20/11/2018

GLOBO ESPORTEb. Fifa divulga números de audiência da Copa de 2014: mais de 1 bi na final. 2015. Disponível em . Acesso em 20/11/2018

KANTAR IBOPE. Audiência de TV de todos os jogos da Copa do Mundo. 2018. Disponível em: Acesso em: 20/02/2020

INTERNACIONAL. Site Oficial. 2018. Disponível em: . Acesso em 25/11/2018

ITAU, Analise dos Clubes Brasileiros de Futebol, 2017

ITAU, Analise dos Clubes Brasileiros de Futebol, 2018

KOTLER, P. & ARMSTRONG, G. Princípios de Marketing. 15 ed. São Paulo: Pearson/Prentice, 2014

KOTLER, P. AMSTRONG, G. Princípios de marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008

LOKO DA FIEL. Loko da Fiel. 2018. Disponível em: < https://www.lokodafiel.com.br/>. Acesso em: 20 nov. 2018.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed.-São Paulo: Atlas, 2003.

MATTAR, M. Na trave: o que falta para o futebol brasileiro ter uma gestão profissional. Elsevier Brasil, 2017

McKENNA, R. Marketing de relacionamento: estratégias bem sucedidas para a era do cliente. Rio de Janeiro: Campus, 1992

MELO NETO, F. P. Marketing Esportivo: O esporte como ferramenta do marketing moderno. Rio de Janeiro: BestSeller, 2013.

MORGAN, M. J.; SUMMERS, J. Marketing Esportivo. São Paulo: Thomson Learning, 2008

PITTS, B. G; STOTLAR, D. Fundamentos de Marketing Esportivo. São Paulo: Phorte, 2002.

SANTOS, A. S. dos. Marketing de Relacionamento. São Paulo: Pearson, 2015

SÃO PAULO FC. Estatuto Social e Sócio Torcedor. 2017. Disponível em: . Acesso em 15/11/2018

SE PALMEIRAS. Estatuto Social, Sócio Torcedor e Demonstrativo Financeiro. 2018. Disponível em: . Acesso em 15/11/2018

SILVEIRA, M.; ASSUMPÇÃO, J.J. O marketing de relacionamento como alternativa em mercados competitivos. 2010.

SOUZA, A.; LUBISCO, M. Estratégia de marketing de relacionamento com seus sócios: a filosofia Alma Colorada. 2006.

SPFC. Relatório de Gestão. 2018. Disponível em: Acesso em 20/11/2018

SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA. Fiel Torcedor. 2018. Disponível em: Acesso em 06/11/2018

STAREPRAVO, F.A. et al. Esporte universitário brasileiro: uma leitura a partir de suas relações com o Estado. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 31, n. 3, 2010.

VANCE, P et al. Gestão do Esporte: Casos brasileiros e internacionais. 1.ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015

ZENONE, L. C. Fundamentos de Marketing de Relacionamento. Fidelização de Clientes e Pós-Venda. 2ed. São Paulo: Atlas, 2017




DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v9i1.14512

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review

e-ISSN: 2316-932X
www.podiumreview.org.br

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review ©2020 Todos os direitos reservados.