Estratégias no Mercado de Bens Simbólicos do Turismo: O Segmento Single

Roberto Bazanini, Ademir Antonio Ferreira, Celso Machado, Gracy Giradelli

Resumo


O segmento “single” é uma das mais fortes tendências do mercado turístico atualmente e tem sido alvo de programas especiais das empresas do setor de turismo. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios realizada pelo IBGE em 2011 revelou que há 48,1% de solteiros na população brasileira com mais de 15 anos de idade. Este grupo representa o mercado potencial para esse segmento, desde que filtrado por variáveis socioeconômicas, culturais e educacionais. Este artigo é resultado de uma pesquisa realizada com quatro empresas do setor de turismo (agências e operadoras) da cidade de São Paulo, que realizam programas de viagens especiais para o segmento de pessoas que viajam sozinhas. O foco principal da pesquisa foi o de avaliar, se na percepção dos dirigentes dessas empresas, existia vantagem competitiva ao se especializar nas necessidades e anseios de um segmento específico do mercado. Procurou-se explorar nas entrevistas e levantamento de dados junto às empresas, o perfil do turista “single”, a sua motivação e expectativas, assim como a estratégia adotada e as atividades desenvolvidas pela empresa para atendê-los. Constatou-se que as empresas que optaram por segmentar seu mercado para o turismo “single” geralmente o fizeram por perceber a existência de um nicho latente a ser explorado, mas somente a empresa que adota a concentração de mercado nesse segmento obtém vantagem competitiva.

 


Palavras-chave


Palavras-chave: turismo single, segmentação de mercado, vantagem competitiva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v4i1.121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review



PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review

e-ISSN: 2316-932X
www.podiumreview.org.br

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review ©2020 Todos os direitos reservados.