Análise da Sazonalidade em uma Academia de Ginástica de Florianópolis, Santa Catarina

Alfredo Ribeiro Cárdenas, Nério Amboni, Júlio da Silva Dias

Resumo


As constantes oscilações no número de clientes de academias de ginástica e outros centros esportivos, ao longo dos anos, são, normalmente, motivo de preocupação para grande parte dos gestores responsáveis em manter os empreendimentos lucrativos. Estas variações do número de clientes – comumente produto de comportamentos sazonais da clientela – podem influenciar significativamente nos resultados financeiros de uma organização e seu entendimento pode originar indicadores para auxiliar na gestão das organizações. Calcado nesta perspectiva, o objetivo deste estudo foi identificar e descrever as variações sazonais enfrentadas por uma academia de ginástica situada na região central da cidade de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Os dados foram coletados dos arquivos de dados da organização pesquisada e refletem a variação do número de clientes da empresa durante o período 2007 a 2011. Através dos resultados, pôde-se identificar que a variação do número de clientes da academia de ginástica tende a apresentar um comportamento bem definido ao longo do período analisado. Observou-se uma tendência de crescimento do número de clientes ao longo dos trimestres do ano. Conclui-se que, além dos fatores climáticos, os fatores culturais/sociais são importantes influenciadores da sazonalidade em uma academia de ginástica.


Palavras-chave


Sazonalidade; Sazonalidade esportiva; Administração de academias de ginástica; Gestão Esportiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v3i1.65

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review



PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.