Cultura Organizacional e Gestão de Equipes de Alto Rendimento: Os Casos FC Barcelona, Sporting Club de Portugal e AFC Ajax

Ary José Rocco Júnior

Resumo


Em todo o mundo, a chamada Indústria do Esporte vêm experimentando vertiginoso crescimento financeiro. Com isso, o papel das agremiações esportivas adquiriu especial importância dentro da sociedade contemporânea global. A relevância do planejamento estratégico dessas organizações fez crescer a necessidade dos clubes esportivos investirem em estratégias que permitam o seu correto posicionamento no mercado e as suas conquistas no campo esportivo. A implantação e o desenvolvimento de uma cultura organizacional que permita o desenvolvimento de uma identidade do clube que agregue todos os seus stakeholders – atletas, torcedores, patrocinadores, marcas, investidores e outros -, é uma dessas estratégias. A criação estratégica e planejada de valores e princípios organizacionais que equilibrem resultados econômicos, mercadológicos e financeiros, com a performance esportiva, colabora para o desenvolvimento e implantação de uma cultura, que gera receita e traz conquistas no campo esportivo. O objetivo deste artigo é analisar três casos de sucesso – FC Barcelona, da Espanha; Sporting Club de Portugal; e, AFC Ajax, da Holanda -, de organizações esportivas que implantaram estratégias dessa natureza na Europa. Pretendemos, com isso, estimular agremiações esportivas do Brasil a adotarem estratégias semelhantes.


Palavras-chave


Cultura Organizacional; Equipes Esportivas; Gestão do Esporte; Identidade Clubística; Gestão de Marca.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v3i2.72

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review



PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.