A Copa do Mundo de 2014 na Perspectiva da Tríplice Restrição: uma Copa sem Gols

Irapuan Gloria Junior

Resumo


Este estudo analisa as obras planejadas na copa do mundo de 2014 realizadas no Brasil sob os aspectos da tríplice restrição. Possui caráter exploratório no tocante ao levantamento das obras realizadas, atrasadas e canceladas disponibilizadas por diversas fontes. Os objetivos são de apresentar uma lista das principais obras por status, analisar sob o ponto de vista da tríplice restrição as obras especificadas para a copa e descrever o legado das obras concluídas. Os resultados indicam que a gestão não obteve sucesso em relação às gestões de escopo, tempo e custo previstos para o evento e apresentam o legado da copa de 2014 para os brasileiros. A implicação para a academia é da análise sobre a gestão de projetos feita pelo governo federal em grandes eventos. Em relação à contribuição prática é a apresentação do panorama da gestão de grandes eventos.

Palavras-chave


Copa do Mundo; Gestão da Copa do Mundo; Tríplice Restrição; Gestão de Eventos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v4i2.109

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review



PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review

e-ISSN: 2316-932X
www.podiumreview.org.br

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review ©2020 Todos os direitos reservados.