Fatores Contábeis Explicativos da Política de Estrutura de Capital dos Clubes de Futebol Brasileiros

Paulo Roberto da Cunha, Cleston Alexandre dos Santos, Juçara Haveroth

Resumo


Este artigo teve por objetivo evidenciar os fatores contábeis explicativos da política de estrutura de capital dos clubes de futebol brasileiros. O estudo caracteriza-se como descritivo, realizado por meio de análise documental e abordagem quantitativa. Foram analisados 40 clubes de futebol, sendo 20 da série A, 15 da série B e 5 da série C com as demonstrações contábeis de 2015 publicadas. A análise dos dados foi realizada por meio de análise descritiva, correlação de Pearson e análise de regressão múltipla por meio do Software SPSS® versão 22.0. Os resultados encontrados apontam que o tamanho e rentabilidade influenciam de forma negativa o endividamento dos clubes de futebol enquanto a tangibilidade influência de forma positiva o mesmo, confirmando estas hipóteses. Ao contrário a liquidez e o intangível, não foram consideradas estatisticamente significantes, ou seja, não influenciam de forma significativa e negativa o endividamento dos clubes de futebol brasileiros das séries A, B e C pesquisados, refutando para estes casos as hipóteses levantadas.


Palavras-chave


Clubes de futebol brasileiros; Estrutura de capital; Endividamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/podium.v6i1.166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review



PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review

e-ISSN: 2316-932X
www.podiumreview.org.br

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review ©2020 Todos os direitos reservados.