(RE)Pensando o espaço público democrático: o fato do pluralismo e a ideia de tolerância na concepção política de justiça de John Rawls

Anna Paula Bagetti Zeifert, Joice Graciele Nielsson

Resumo


O presente artigo tem o condão de analisar o processo de construção de um espaço público democrático, a partir da teoria de justiça política de John Rawls, demonstrando como a prática pública da justiça, enquanto valor social compartilhado auxilia no estabelecimento de uma sociedade mais justa, capaz de enfrentar o fato do pluralismo e promover a tolerância, criando os meios para uma discussão política razoável em torno da justiça. Para tanto, em um primeiro momento analisa a relevância da liberdade para a consecução da prática pública da justiça como valor social democrático, e posteriormente os elementos do pluralismo e da tolerância, como fundamentais desde o princípio na sua proposta à concepção de justiça que comportaria uma visão plural de sociedade.


Palavras-chave


Democracia. Justiça. Pluralismo. Tolerância.

Texto completo:

pdf

Referências


AUDARD, Catherine. Cidadania e democracia deliberativa. Tradução de Walter Valdevino. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006.

FORST, Rainer. Contextos de Justiça: filosofia política para além de liberalismo e comunitarismo. Tradução de Denilson Luís Werle. São Paulo: Boitempo, 2010.

LOCKE, John. Carta sobre a Tolerância. Tradução de João da Silva Gama. Lisboa: Edições 70, 1987.

LOVETT, Frank. Uma teoria da justiça de John Rawls. Guia de leitura. Tradução de Vinícius Figueira. Porto Alegre: Penso, 2013.

RAWLS, John. A Theory of Justice. Revised Edition. Cambridge, Massachusetts: Harvard University Press, 1999.

RAWLS, John. Uma teoria da justiça. Tradução de Almiro Pisetta e Lenita M. R. Esteves. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

RAWLS, John. Justice as fairness: a restatement. Cambridge, Mass: Harvard University Press, 2001.

RAWLS, John. Justiça como equidade: uma reformulação. Tradução de Claudia Berliner; rev. técnica Álvaro De Vita. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

RAWLS, John.. Political Liberalism. New York: Columbia University Press 1993.

RAWLS, John. O liberalismo político. Edição ampliada. Tradução de Álvaro de Vita. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

RAWLS, John. O liberalismo político. Tradução de Dinah de Abreu Azevedo. 2. ed. São Paulo: Ática, 2000.

RAWLS, John. The Law of Peoples; With the idea of Public Reason Revised. Second printing. Harvard University Press, 2000.

RAWLS, John. O Direito dos Povos. Tradução de Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

RICOEUR, Paul. O justo ou a essência da justiça. Tradução de Vasco Casimiro. Lisboa: Instituto Piaget, 1995.

RIVERA, Faviola. Rawls, FIlosofía y Tolerancia. In: Isonomia. Revista de Teoría y Filosofía del Derecho. Nº 19, Octubre 2003.

SÁ, Alexandre Franco de. O problema da Tolerância na Filosofia Política de John Rawls. Covilhã, Portugal: Universidade da Beira do Interior, 2008. (Coleção LusoSofia)

SANDEL, Michael J. El Liberalismo y los limites de la Justicia. Tradução de María Luz Melon. Barcelona: Gedisa, 2000.

WEBER, Thadeu. A ideia de um "mínimo existencial" de J. Rawls. kriterion, Belo Horizonte, nº 127, Jun./2013, p. 197-210.




DOI: https://doi.org/10.5585/prismaj.v18n2.14395

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Prisma Juridico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Prísma Jurídico

e-ISSN: 1983-9286

ISSN: 1677-4760
www.revistaprisma.org.br

Prísma Jurídico ©2020 Todos os direitos reservados.