Por uma Aurora: Direito, mundo da vida e neocolonialismo Razão comunicativa e emancipação

Luciano Braz da Silva, Lafayette Pozolli

Resumo


RESUMO

Considerando a função social integradora que o direito exerce, a mesma não pode ser realizada tão-somente pelo entendimento inerente ao mundo da vida, tampouco pelos sistemas funcionais reguladores, sobretudo o sistema econômico e político especializados na racionalidade estratégica. Habermas vê, na figura do direito positivo moderno, a possibilidade de assimilar - via ação comunicativa - a tensão entre facticidade e validade. À vista de tal possibilidade, o filósofo buscar envolver-se com o problema central que abarca as possibilidades de reprodução social, à luz das pretensões de validade.


Palavras-chave


Mundo da vida; Razão Comunicativa; Emancipação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/prismaj.v14n1.6308

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Prísma Jurídico

e-ISSN: 1983-9286

ISSN: 1677-4760
www.revistaprisma.org.br

Prísma Jurídico ©2020 Todos os direitos reservados.