A SOLIDÃO DA AMÉRICA LATINA NA GRANDE IMPRENSA

Alexandre Barbosa

Resumo


Neste artigo, investigam-se os fatores que dão pouco espaço qualitativo e quantitativo para a América Latina no noticiário da grande imprensa, fundamentados em dois eixos: o ambiente socio-histórico e o jornalístico. É, por meio da intersecção desses campos que se monta o cenário de solidão da América Latina. A pesquisa mostra que o continente latino-americano é cindido por processos históricos, definidos como América Latina oficial e América Latina popular. Enquanto a grande imprensa representa o aparelho ideológico da “América Latina oficial”, a imprensa alternativa desempenha esse papel em relação à “América Latina popular”. Diante disso, desfaz-se o mito da imparcialidade e conclui-se que, para a América Latina não ser condenada à solidão, é preciso desenvolver e estudar os movimentos sociais latino-americanos, incluindo seus processos de comunicação.

Palavras-chave


Comunicação na América Latina. Imprensa alternativa. Jornalismo latino americano. Noticiário de grande imprensa. Movimentos sociais latino-americanos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v6i1.140

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org