Consumidora Consciente?! Paradoxos do Discurso do Consumo Sustentável de Moda

Adriana Tenório Cordeiro, Marcela de Moraes Batista, Mayara Andresa Pires da Silva, Girlaynne Danusia Farias Pereira

Resumo


À medida que a questão ambiental se destaca nas agendas de discussão, bem como no repertório mercadológico, amplia-se a abrangência de questões relacionadas à necessidade não apenas de processos produtivos sustentáveis, mas também de um consumo “consciente”, “responsável” ou “sustentável” no segmento de moda. A responsabilização individual do consumidor de moda, quanto a problemas socioambientais é objeto de reflexão neste artigo. A partir de uma pesquisa exploratória qualitativa, no Pólo de Confecções do Agreste pernambucano, analisamos como problemáticas socioculturais e ambientais são (re)descritas segundo uma (suposta) prática “consciente” no consumo de moda. Para construção do corpus, consideramos a perspectiva de indivíduos em relação significativa com a prática sob investigação (o consumo de moda), tendo sido realizadas dez entrevistas em profundidade com jovens consumidoras locais de moda. Dados suplementares foram coletados, e incluíram fontes diversas, agrupadas e categorizadas após o trabalho de campo: artigos e conferências que versam sobre o consumo de moda (foco em vestuário); e matérias e notícias de jornais, revistas e internet que versavam sobre o consumo de moda no Agreste pernambucano, totalizando 70 artigos/matérias. Neste segmento, foi possível problematizar a relação entre inveja e felicidade como marcador importante, e a moda que funciona como parte dos recursos empregados pelo sujeito para construção identitária e reprodução cultural. Observam-se paradoxos de um consumo “ecologicamente correto” de moda, desmitificando-se a idéia de que o consumo “consciente” de moda é simplesmente uma questão de “escolha”.

 

DOI: 10.5585/remark.v12i3.2413


Palavras-chave


consumo de moda; questão ambiental; discurso

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v12i3.2413

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org