Mensuração em Marketing: Estado Atual, Recomendações e Desafios

Felipe Zambaldi, Francisco José da Costa, Mateus Canniatti Ponchio

Resumo


Este artigo tem por finalidade debater o tema de mensuração de construtos em Marketing, sumarizando as principais discussões sobre o assunto. Inicialmente, discutimosa origem das preocupações e os desdobramentos na área desde os anos de 1970. Em seguida, apresentamos os principais modelos consolidados (modelo clássico de Churchill, modelo COARSE e modelo de mensuração formativa). Na sequência, apresentamos preocupações atuais que se somam à teorização clássica, com algumas recomendações relevantes (especialmente sobre mensuração por múltiplos itens, mensuração por um único item, escalas de verificação e aspectos transculturais). Ao final, apresentamos considerações sobre tendências de mensuração em Marketing, com ênfase em Teoria da Resposta ao Item, operadores Bayesianos e estimação por mínimos quadrados parciais. O artigo atualiza o debate sobre o tema, e tem a possiblidade de contribuir para estudiosos e pesquisadores de Marketing que demandem uma visão atual sobre mensuração e recomendações para pesquisas.

 

DOI: 10.5585/remark.v13i2.2685


Palavras-chave


Mensuração; Escalas; Validação; Confiabilidade

Texto completo:

PDF PDF/ENGLISH PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v13i2.2685

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org