Brand Love no Setor de Cosméticos: Uma Análise Comparativa das Revendedoras de uma Marca Global do Brasil e do México

Maria Helena Bernardo, Antonio Carlos Giuliani, Nadia Kassouf Pizzinatto, Thel Augusto Monteiro

Resumo


Este artigo teve como propósito central investigar a relação existente entre o amor à marca com a profissional de vendas diretas de uma marca global de cosméticos. Para isso, utilizou-se como procedimento metodológico uma pesquisa com 20 revendedoras dessa marca, sendo 10 do Brasil e 10 do México, países onde há maior concentração de vendas. Para a coleta de dados, adotou-se uma metodologia qualitativa por meio da utilização do método ZMET. Os resultados foram analisados de acordo com a Teoria Triangular do Amor de Robert Sternberg e revelaram que as revendedoras brasileiras expressam o amor romântico ao demonstrarem paixão e intimidade com a marca. Já as revendedoras mexicanas exprimem o amor inconsequente, baseado no alto grau de interesse e desejo de experimentação. Com o conhecimento dessas emoções, torna possível o planejamento de estratégias de aproximação tendo como base a cultura onde a organização está inserida.


Palavras-chave


Brand Love; Estratégias de Marketing; ZMET.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v17i1.3837

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org