Fatores de Influência no Consumo “Verde”: Um Estudo Sobre o Comportamento de Compra no Setor Supermercadista

Sérgio Silva Braga Júnior, Dirceu Silva, Sergio Luiz do Amaral Moretti

Resumo


Nos últimos anos, as empresas têm incorporado ao seu cotidiano e planejamento estratégico, elementos de gestão social e ambiental visando se adequar às novas tendências dos consumidores que passaram a valorizar tais iniciativas na sua avaliação de produtos e, para se alinhar às novas obrigações legais ligadas às questões ambientais. Com base no contexto apresentado justifica-se, tanto para os estudos do setor varejista supermercadista quanto da sustentabilidade, verificar os principais fatores que influenciam os consumidores a comprar no varejo supermercadista produtos de consumo considerados “verdes”. Para atingir o objetivo proposto foi aplicado um survey junto a uma amostra de 174 alunos de cursos de pós-graduação. As retas de regressão de cada fator foram avaliadas segundo as variáveis categóricas: sexo, renda familiar, faixa de idade e estado civil. Os resultados mostraram diferenças quanto ao sexo e estado civil. Quanto às variáveis, renda familiar e faixa etária há diferenças no terceiro fator (diminuição dos impactos ambientais). Tal análise indica que as opiniões dos sujeitos da amostra são muito homogêneas e que há uma aparente boa preocupação com os produtos verdes.

DOI: 10.5585/remark.v10i1.2213


Palavras-chave


Produtos verdes; Varejo supermercadista; Gestão socioambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v10i1.2213

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org