Comportamento do Consumidor Verde: evidências na fronteira Brasil – Uruguai

Juliana Dachi Vieira Pereira, João Garibaldi Almeida Viana, Ricardo Ribeiro Alves

Resumo


Objetivo: Este artigo teve por objetivo analisar o comportamento de compra do consumidor ecologicamente consciente na fronteira Brasil-Uruguai, dando especial atenção a influência das características sociodemográficas e psicográficas no comportamento do consumidor.

Método: A pesquisa teve um caráter descritivo, de abordagem quantitativa, por meio da utilização de um survey em uma amostra de 134 consumidores nos municípios de Santana do Livramento (Brasil) e Rivera (Uruguai). As técnicas de análise dos dados utilizadas foram estatística descritiva, teste de hipóteses e regressão linear.

Originalidade/Relevância: A preocupação ambiental e o impacto do consumo desordenado nas sociedades são temas de destaque na literatura atual. Neste contexto emerge uma tendência de um comportamento mais consciente pelo consumidor, direcionando as empresas para um mercado sustentável. O desafio dessa nova dinâmica de consumo é descobrir quais fatores levam o consumidor a optar por um produto específico.

Resultados: Os resultados demonstraram que os respondentes apresentam um comportamento ecologicamente consciente médio-elevado.  Para explicar o comportamento do consumidor verde, os parâmetros dos modelos de regressão indicaram uma maior relevância das características psicográficas em relação às sociodemográficas, com especial importância para a variável de eficácia percebida.  Ainda, as estimações apontaram que quanto mais elevada a consciência ecológica do consumidor, maior será sua intenção de compra por produtos sustentáveis.

Contribuições teóricas/metodológicas: Os resultados do estudo podem subsidiar profissionais de marketing no planejamento de campanhas a fim de alcançar o consumidor verde de forma mais efetiva, além de ampliar os esforços de investigação na área do Marketing Ambiental.


Palavras-chave


Consumo Verde; Marketing Ambiental; Sustentabilidade

Texto completo:

PDF-en (English) PDF

Referências


Afonso, A. C. B. (2010). O consumidor verde: perfil e comportamento de compra. Dissertação de mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, Portugal.

Alves, R. R. (2017). Marketing ambiental: sustentabilidade empresarial e mercado verde. Barueri: Manole.

Alves, R. R., & Jacovine, L. A. G. (2014). Marketing verde: estratégias para o desenvolvimento da qualidade ambiental nos produtos. Jundiaí: Paco Editorial.

Alves, R. R., Jacovine, L. A. G., Nardelli, A. M. B., & Silva, M. L. da. (2011). Consumo Verde: Comportamento do consumidor responsável. Viçosa: Editora UFV.

Anderson, D. R., Sweeney, D. J., & Willians, T. A. (2007). Estatística Aplicada à Administração e Economia. São Paulo: Cengage Learning.

Cobra, M. (2009). Administração de marketing no Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier.

Coddington, W. (1993). Environmental marketing: positive strategies for reaching the green consumer. New York: McGraw-Hill.

Ottman, J. A. (1994). Marketing verde: desafios e oportunidades para a nova era do marketing. São Paulo: Makron Books.

Ottman, J. A. (2012). As novas regras do marketing verde: estratégias, ferramentas e inspiração para o branding sustentável. São Paulo: M. Books do Brasil.

Peattie, K., & Charter, M. (2005). Marketing verde. In: M. J. Baker (Org.) Administração de marketing. Rio de Janeiro: Elsevier.

Prakash, A. (2002). Green marketing, public policy and managerial strategies. Business Strategy and The Environment, 11 (5), 285-297, set./out. 2002.

Roberts, J. A. (1996). Green consumers in the 1990s: profile and implications for advertising. Journal of Business Research, 36 (3), 217-232.

Straughan, R. D., & Roberts, J. A. (1999). Environmental segmentation alternatives: a look at green consumer behavior in the new millennium. Journal of Consumer Marketing, 16 (6), 558-575.

Welford, R. (1995). Environmental strategy and sustainable development: the corporate challenge for the twenty-first century. London: Routledge.

Zülske, M. L. (1997). Abrindo a empresa para o consumidor. Rio de Janeiro: Qualitymark.




DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v18i1.3755

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org