Vivências de uma campanha para afirmação de identidade de uma unidade Universitária Federal no interior de um Estado Brasileiro

Silvane Brand Fabrizio, Cleomar Marcos Fabrizio, Fernanda Buriol, Damaris Casaroto

Resumo


Objetivo: O presente artigo visa apresentar as vivências oriundas de uma campanha identitária, A campanha surgiu do interesse em consolidar a imagem de uma universidade federal, presente na região por meio de um centro de educação superior, junto à comunidade interna e externa.

Método: Realizou-se uma pesquisa do tipo estudo de caso com os servidores e alunos da unidade, e ainda, com os habitantes do município em que a universidade se localiza. São apresentados aspectos históricos da implantação da unidade de ensino, a elaboração e os desdobramentos da campanha, os resultados alcançados até o presente momento.

Originalidade/Relevância: Torna-se expressivo apresentar uma pesquisa com levantamento de dados sobre a cultura do nome designado a partir da implantação de uma nova unidade, criou-se o costume da comunidade reportar-se à unidade de educação superior, usando o nome do centro, isolando-se da referência à universidade federal a qual esse centro pertence.

Resultados: Os resultados evidenciam que a campanha atingiu repercussão satisfatória no público interno da instituição, porém ainda há muito a ser trabalhado no quesito conscientização para os resultados pretendidos. Por outro lado, acredita-se que o público externo está se acostumando com a identidade da unidade, mas com o decorrer do tempo espera-se superar esse gap.

Contribuições teóricas/metodológica: A contribuição do estudo para a área de Marketing está em fornecer informações sobre a consolidação da imagem de uma instituição, com o propósito de auxiliar na tomada de decisão dos gestores.


Palavras-chave


Marketing Público; Identidade. Imagem; Universidade federal

Texto completo:

PDF-en (English) PDF

Referências


Ama (2004). American Marketing Association. Disponível em: http://www.Marketingpower.com Anais. São Paulo: ANPAD, 2004.

Barichello, E. M. da R. (2011). Comunicação e comunidade do saber. Santa Maria: Palotti, 2011.

Barichello, E. M. da R.; Scheid, D. (2006) Visibilidade e convergência midiática: considerações sobre a auditoria de imagem nas organizações contemporâneas. In: Verso e Reverso: Revista da Comunicação da Unisinos. Ano XX, n. 45, 2006/3.

Bittencourt, Otávio Joarez de Abreu (2012). Uma proposta de Assessoria de Comunicação para o Campus Juiz de Fora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. Juiz de Fora, MG.

Brum, A. M. (1994). Endomarketing: estratégias de comunicação interna para empresas que buscam a qualidade e a competitividade. 2, ed. Porto alegre: Ortiz.

Bueno, W. da C. (2005). A personalização dos contatos com a mídia e a construção da imagem nas organizações. In: Organicom: revista brasileira de comunicação organizacional e relações públicas. São Paulo: Gestcorp/Crp/Eca/Usp.

Bueno, W. da C. (2009). Comunicação Empresarial: políticas e estratégias. São Paulo: Saraiva.

Casali, A. M. (2004). Comunicação Organizacional: considerações epistemológicas. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração (Enanpad) 28. Curitiba.

Chapleo, C. (2007). Barrierstobrandbuilding in UK universities. InternationalJournalofNonprofitandVoluntary Sector Marketing, 12, 23-32.

Uchôa, P. D. F. (2014). Imagem Organizacional da Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen. Trabalho de Conclusão de Curso II em Relações Públicas ênfase Multimídia. Universidade Federal de Santa Maria.

Frutuoso. C. C. & Porsionato, T. R. (2016). A ausência de marketing eficaz nos orgãos públicos: uma análise na secretaria de assistência social da cidade de olímpia/sp.VII Simposio UNIARA. Olimpia-SP.

Kotler, P. (2008). Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5. Ed. São Paulo: atlas.

Lara, R. D. & Gosling, M. S. (2014). Marketing de relacionamento no setor público: Um Modelo de Gestão da Relação entre os Cidadãos e a Administração Pública. XXXVIII ENANPAD. Rio de Janeiro-RJ.

Machado, N. (2011). Identidade e imagem: Elementos formadores da reputação. In: Dornelles, Souvenir Maria Graczyk (Org.) Relações Públicas: Quem sabe, faz e explica. Porto Alegre: EdiPUCRS.

Martins, D. R. (2012). Definição, gestão e desenho da marca. Brand TrendsJournal, 3(3), 20-34.

Pinho, J. B. (1990). Propaganda Institucional: Uso e função da propaganda nas relações públicas. Ed. 01. Editora Summus. São Paulo-SP.

Ribeiro, J. L. L. de S. & Bastos, A.V. B. (2015). A Imagem Institucional de uma Universidade Pública Brasileira ao Logo do Tempo: Um Estudo de Caso sobre Construção e Gerenciamento da Marca. Xv Colóquio Internacional De Gestão Universitária – Cigu Desafios da Gestão Universitária no Século XXI Mar del Plata – Argentina.

Sá-Chaves, I. (2007). Cultura, Conhecimento e Identidade. Saber (e). Educar 12. *Conferência da autora no vi Simpósio de Filosofia e Ciência «Universidade e contemporaneidade: produção de conhecimento e formação profissional», Universidade de S. Paulo/campus de Marília, 2005 (texto revisto).

Santos, C. A. A. (2006). As marcas midiáticas da educação a comunicação das instituições de ensino superior privadas: imagens projetadas para a sociedade, para o mercado de trabalho e para os alunos. Tese de Doutorado em Comunicação, Escola de Comunicação da Universidade Federal de Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Scharf, E. R. (2010). Melhores práticas de marketing: a proposta de valor e o capital humano. In: Encontro Nacional da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, n. 34, Rio do Janeiro, Anais... Rio do Janeiro: Anpad.

Silva, E. C. (2015). Marketing público: uma plataforma de “trocas” no setor público. Revista Eletrônica de Administração (Online) ISSN: 1679-9127, v. 14




DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v18i1.3615

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org