A Atuação dos Enfermeiros como Gestores em Unidades Básicas de Saúde

Fernanda Henrique Cardonia da Silva

Resumo


O estudo teve como objetivo analisar a atuação do enfermeiro como gestor em Unidades Básicas de Saúde (UBS), ressaltando seu perfil e sua qualificação do profissional, as dificuldades que enfrentam e como seus subordinados os enxergam. Tratou-se de um estudo exploratório por meio de revisão bibliográfica. Notou-se que é imprescindível a necessidade de mudança nos paradigmas, buscando por melhorias na qualidade da função, os profissionais enriquecerem seus conhecimentos teóricos para ter êxito na prática, alem de ter habilidades e conhecimento da área de abrangência responsável. A principal preocupação dos gestores relacionou-se à satisfação dos usuários e resolução dos problemas. A atuação da equipe multidisciplinar colabora para a obtenção das metas e não só o gestor, mas também a Secretaria Municipal de Saúde devem realizar ações objetivando superar as dificuldades, inserindo novos métodos que gerem resultados positivos, agindo com os princípios do Sistema Único de Saúde. Necessita-se da formação de grupos educativos e incentivo para a busca por aperfeiçoamento.

DOI: 10.5585/rgss.v1i1.5


Palavras-chave


Competências Gerenciais; Enfermeiro; Gerenciamento e UBS.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v1i1.5

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS)
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.