A Eficiência na Utilização de Recursos no Setor de Saúde: Uma Análise dos Municípios do Oeste Catarinense

Itzhak David Simão Kaveski, Sady Mazzioni, Nelson Hein

Resumo


O objetivo deste estudo consiste em identificar a eficiência no uso dos recursos destinados à saúde pública das cidades pertencentes à mesorregião Oeste de Santa Catarina. Considerando-se os procedimentos metodológicos utilizados, a pesquisa pode ser caracterizada como descritiva, de procedimento documental e com abordagem quantitativa. A amostra do tipo não probabilística é composta por 62 municípios pertencentes à mesorregião do Oeste de Santa Catarina, divididos em 5 microrregiões, que apresentavam dados necessários para a análise pretendida. Os dados utilizados são correspondentes ao ano de 2009, disponíveis no sítio oficial do DATASUS, coletados na segunda semana de maio de 2013. Para a avaliação da eficiência do uso dos recursos utilizou-se a metodologia da análise envoltória de dados (DEA). Os resultados da pesquisa indicam que 77,42% das cidades pertencentes à amostra são eficientes. Em relação às microrregiões, a estimativa da eficiência média quanto ao atendimento do SUS apresentou, em ordem decrescente: Xanxerê (100%), Joaçaba (99,26%), Concórdia (99,01%), Chapecó (94,20%) e São Miguel do Oeste (87,29%).

DOI: 10.5585/rgss.v2i2.72


Palavras-chave


Eficiência pública; Unidades de saúde; Oeste catarinense

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v2i2.72

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS)
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.