Ranking das Unidades Federativas Brasileiras frente ao seu Desempenho na Gestão de Recursos da Saúde

Sheila Jeane Schulz, Vanderlei Gollo, Fabricia Silva da Rosa, Jorge Eduardo Scarpin

Resumo


Este estudo objetiva analisar o desempenho das unidades federativas brasileiras no que compete ao gasto público realizado com saúde. A metodologia utilizada na pesquisa configura-se como descritiva, documental, e quantitativa. O universo da pesquisa corresponde às 27 unidades federativas do Brasil, sendo 26 estados e o distrito federal, para os anos de 2005 a 2011. Para a análise da eficiência, foi utilizado o método Análise Envoltória de Dados (DEA) com base no modelo CCR. Os resultados revelaram que 8 das unidades federativas já foram 100% eficientes (em relação a número de: internações, produção ambulatorial, pessoas cadastradas na atenção básica, estabelecimentos de saúde, equipamentos, e imunizações) em pelo menos um dos anos analisados. Viu-se que a utilização de valores per capita é confiável, frente à problemática de diferença de tamanho entre os estados. Verificou-se que o número de unidades federativas 100% eficientes não ultrapassa 7 estados por ano, e não é menor do que 3 estados por ano. Chegou-se a um ranking anual do período analisado, demonstrando a classificação das unidades federativas de acordo com sua posição de desempenho. Concluiu-se que as informações geradas pelo estudo complementam as já existentes nos índices de saúde, pelas quais, percebe-se as questões relacionadas a ela com uma visão diferenciada, e verifica-se melhorias para tomada de decisão e processo de gestão de recursos.

Palavras-chave


Unidades federativas; Saúde; Análise Envoltória dos Dados

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v3i2.108

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Rev. Gest. Sist. Saúde
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br