Risco de quedas, força muscular periférica e capacidade funcional em idosos hospitalizados

Bruna Sutil, Andréia De Carli, Alessandra Albuquerque Donato, Cassandra Pértile Vieira, Tainara Fontana, Carla Wouters Franco Rockenbach, Lia Mara Wibelinger

Resumo


Introdução: a longevidade vem acompanhada pelo declínio das capacidades funcionais, especialmente em idosos hospitalizados. Objetivo: avaliar o risco de queda, a força muscular periférica e a capacidade funcional em idosos hospitalizados. Métodos: participaram 100 voluntários que foram submetidos à avaliação fisioterapêutica, por meio da escala de Kendall, força de preensão palmar, teste Time Up&Go, escala de Morse e escala de PS-ECOG. Resultados: em relação ao risco de queda, 46% dos indivíduos apresentaram risco moderado e 37% revelaram funcionalidade restrita para atividades exaustivas. Na realização do teste de força muscular periférica, o resultado teve média geral de 4,47kg/f, configurando força muscular moderada, para força de preensão palmar os indivíduos atingiram resultados insatisfatórios, apresentando no membro dominante média de 17,7Kg/f e no membro contralateral média de 17,3Kg/f. Na variável “Timed Up&Go”, os indivíduos obtiveram um tempo de 12,25 segundos, no qual foram classificados como independentes. Conclusão: Os idosos hospitalizados apresentaram moderado risco de queda, capacidade funcional reduzida, embora sejam classificados como independentes.


Palavras-chave


Longevidade. Hospitalização. Força muscular. Limitação da mobilidade. Equilíbrio postural.

Texto completo:

PDF

Referências


Gasparotto L.P.R., Falsarella G.R, Coimbra A.M.V. As quedas no cenário da velhice: conceitos básicos e atualidades da pesquisa em saúde. Rev Bras Geriatr e Gerontol. 2014, v. 17, n. 1, p. 201-209.

Lopes GL, Santos MIP de O. Funcionalidade de idosos cadastrados em uma unidade da Estratégia Saúde da Família segundo categorias da Classificação Internacional de Funcionalidade. Rev Bras Geriatr e Gerontol. 2015, v. 18, n. 1: 71-83. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1809-9823.2015.14013.

Pereira SRM, Buksman S, Perracini M, Py L, Barreto KML, Leite VMM. Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Projeto Diretrizes. Quedas em Idosos. São Paulo: Associação Médica Brasileira, Conselho Federal de Medicina; 2001. [acesso 10 nov. 2017]. Disponível: em: . 4. Piton D. A. Análise dos fatores de risco de quedas em idosos: estudo exploratório em instituição de longa permanência no município de Campinas. Dissertação (Programa de pós-graduação em Gerontologia). Campinas: Universidade Estadual de Campinas; 2004.

Nascimento, J.S.; Tavares, D. M. dos S. Prevalência e fatores associados a quedas em idosos. Texto Context. Enferm. 2016, v. 25: 2. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072016000360015.

Veiga, B.; Pereira, R. A. B; Pereira, A. M. V. B.; Nickel, R. Evaluation of functionality and disability of older elderly outpatients using the Whodas 2.0. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 2016, v. 19, n. 6): 1015-1021. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562016019.150053.

Macedo, D. de O, Freitas, L. M. de; Scheicher M. E. Handgrip and functional mobility in elderly with different levels of physical activity. Fisioter e Pesqui. 2014, v. 21, n. 2: 151-155. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1809-2950/47321022014.

Carvalho, T. C.; Valle, A. P. do; Jacinto, A. F.; Mayoral, V. F. de S.; Boas, P. J. F. V. Impact of hospitalization on the functional capacity of the elderly: A cohort study. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 2018, v. 21, n. 2: 134-142. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562018021.170143.

Fhon, J. R. S.; Coelho, S. C. F. W.; Vendruscolo, T. R. P.; Stackfleth, R.; Marques, S.; Rodrigues, R. A. P. Quedas em idosos e sua relação com a capacidade funcional. Revista Latino Americana de Enfermagem. 2012, v. 20, n. 5: 1-8.

Kendall, F. P.; Mccreary, E. K.; Provance, P. G. Músculos, provas e funções com postura e dor. 5. ed. São Paulo: Manole; 2007.

Bretan, O.; Elias Silva, J.; Ribeiro, O. R. Corrente JE. Risk of falling among elderly persons living in the community: assessment by the Timed up and go test. Braz J Otorhinolaryngol. 2013, v. 79, n. 1: 18-21. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.20130004.

Urbanetto, J. de S.; Creutzberg, M.; Franz, F. et al. Morse Fall Scale: tradução e adaptação transcultural para a língua portuguesa. Rev da Esc Enferm da USP. 2013, v. 47, n. 3: 569-575. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420130000300007.

Pereira, E. E. B.; Santos, N. B. dos; Sarges, E. do S. N. F. Avaliação da capacidade funcional do paciente oncogeriátrico hospitalizado. Rev Pan-Amazônica Saúde. 2014, v. 5, n. 4: 37-44. doi: http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232014000400005.

Pereira, E. E. B.; de Souza, A. B. F.; Carneiro, S. R.; Sarges, E. do S. N. F. Funcionalidade global de idosos hospitalizados. Rev Bras Geriatr e Gerontol. 2014, v. 17, n. 1: 165-176.

Rabelo, L. P. de O.; Vieira, M. A.; Caldeira, A. P.; Costa, S. de M. Perfil de idosos internados em um hospital universitário. Rev Min Enferm. 2010, v. 14, n. 3: 293-300. doi: http://dx.doi.org/S1415-27622010000300002.

Maciel, M. G. Atividade física e funcionalidade do idoso. Motriz. 2010, v. 16, n. 4: 1024-1032. doi: http://dx.doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n4p102.

Ferraro, N. S.; Cândido, A. da S. C. Percepção dos idosos acerca da atividade física na terceira idade. Id Line Rev Mult Psic. 2017, v. 11, n. 38: 597-611.

Maher, R. L.; Hanlon, J.; Hajjar, E. R. Clinical consequences of polypharmacy in elderly. Expert Opin Drug Saf. 2014, v. 13, n. 1: 57-65. doi: http://dx.doi.org/10.1517/14740338.2013.827660.

Milos, V.; Bondesson, Å.; Magnusson, M.; Jakobsson, U.; Westerlund, T.; Midlöv, P. Fall risk-increasing drugs and falls: a cross-sectional study among elderly patients in primary care. BMC Geriatr. 2014, v. 14, n. 1: 40. doi: http://dx.doi.org/10.1186/1471-2318-14-40.

Van Strien, A. M.; Koek, H. L.; Van Marum, R. J.; Emmelot-Vonk, M. H. Psychotropic medications, including short acting benzodiazepines, strongly increase the frequency of falls in elderly. Maturitas. 2013, v. 74, n. 4: 357-362. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.maturitas.2013.01.004.

Nasrala Neto E.; Bittencourt, W. S.; Nasrala, M. L. S.; Oliveira, A. L. L. de; Souza, A. C. G. de; Nascimento, J. F. do. Correlations between low back pain and functional capacity among the elderly. Rev Bras Geriatr e Gerontol. 2016, v. 19, n. 6: 987-994. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562016019.150227.

Vieira, S. C. A. L.; Granja, K. S. B.; Exel, A. L.; Calles, C. A. N. A força muscular associada ao processo de envelhecimento. Cad Grad Ciências Biológicas e da Saúde. 2015, v. 3, n. 1: 93-102.

Cruz-Jentoft, A. J.; Baeyens, J. P.; Bauer, J. M. et al. Sarcopenia: European consensus on definition and diagnosis: Report of the European Working Group on Sarcopenia in Older People. Age Ageing. 2010, v. 39, n. 4: 412-423. doi: http://dx.doi.org/10.1093/ageing/afq034.

Prato, S. C. F.; Andrade, S. M. de; Cabrera, M. A. S. et al. Frequency and factors associated with falls in adults aged 55 years or more. Rev Saude Publica. 2017; v. 51:1-11. doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051005409.

Sardo, P. M. G.; Simões, C. S. O.; Alvarelhão, J. J. M.; Simões, J. F. F. L.; Melo, E. M. de; O. P. de. Fall risk assessment: retrospective analysis of Morse Fall Scale scores in Portuguese hospitalized adult patients. Appl Nurs Res. 2016, v. 31, n. 1: 34-40. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.apnr.2015.11.013.

Ferrão, S.; Henriques, A.; Fontes, R. Prevenção e controlo de quedas na Pessoa idosa institucionalizada em Lar - Avaliação de risco sistematizada através da aplicação da Escala de Avaliação de Risco de Queda de Morse, Teste Get Up and Go e Timed Get Up and Go. J Aging Inov. 2011, v. 1, n. 1: 14-22.

Aveiro, M. C.; Driusso, P.; Barham, E. J.; Pavarini, S. C. I.; Oishi, J. Mobilidade e risco de quedas de população idosa da comunidade de São Carlos. Cien Saude Colet. 2012, v. 17, n. 9: 2481-2488. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000900028.

Barbosa, B. R.; Almeida, J. M. de; Barbosa, M. R.; Rossi-Barbosa, L. A. R. Avaliação da capacidade funcional dos idosos e fatores associados à incapacidade. Cien Saude Colet. 2014, v. 19, n. 8: 3317-3325. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232014198.06322013.

Garcia, P. A.; Dias, J. M. D.; Rocha, A. S. D. S.; Almeida, N. C. de; Macedo, O. G. de; Dias, R. C. Relação da capacidade funcional, força e massa muscular de idosas com osteopenia e osteoporose. Fisioter Pesqui. 2015, v. 22, n. 2: 126-132.




DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v18n1.10738

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br