Avaliação da potência muscular de membros inferiores após realização de protocolo de treinamento neuromuscular

Fabrício Duarte, Daisy Valgoi Alca, Eduarda de Sá Gesser, Fábio Krebs Gonçalves, Claudete Rempel

Resumo


Neste artigo, analisa-se o ganho de potência muscular de membros inferiores após protocolo de treinamento neuromuscular e de força muscular por meio do teste de Squat Jump, utilizando uma plataforma de força, antes e após treinamentos. A amostra foi composta por 20 voluntários fisicamente ativos, de ambos os sexos, com idade média de 25,3 anos, peso médio de 69 kg, e altura média de 1,71m. Os indivíduos foram divididos aleatoriamente em três grupos de treinamentos: A) agachamento em superfície estável; B) agachamento em superfície instável; C) neuromuscular utilizando uma prancha de deslizamento. Os participantes dos grupos A e B realizaram teste de uma repetição máxima antes do início dos treinamentos. Encontraram-se diferenças estatisticamente significativas na situação pré e pós-treinamentos, no grupo B e no C. O treinamento em superfície de deslizamento e agachamento em superfície instável foram mais efetivos para o ganho de potência muscular.

Palavras-chave


Adaptação neural; Ganho de potência; Treinamento de força.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i3.1716

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.