Fatores de risco cardiovascular em mulheres atendidas em unidade de saúde

Maria Alves Dias Nogueira, Maria do Carmo de Carvalho e Martins, Suzana Maria Rebelo Sampaio da Paz, Regina Célia de Assis, Maria do Perpétuo Socorro Carvalho Martins, Dorys Mírian Soares Tabatinga Silva

Resumo


As doenças cardiovasculares representam a principal causa de morte da população adulta no Brasil. Este trabalho avaliou a prevalência de fatores de risco cardiovascular entre 87 mulheres atendidas em ambulatório de unidade de saúde. A análise dos dados foi realizada considerando grupos etários (adultas e idosas), utilizando o programa STATA 7.0. O fator de risco mais prevalente foi hipercolesterolemia (63,16% para adultas e 75% para idosas); seguido por obesidade abdominal (61,4%), tabagismo (61,4%) e hipertensão (43,1%), para adultas, e hipertensão (70,37%), obesidade abdominal (64,28%) e tabagismo (53,57%), para idosas. Houve associação entre número de fatores de risco acumulados e grupo etário, das que acumulavam de 5 a 6 desses fatores, 42,8% eram idosas versus 11,9% adultas. O grande acúmulo de fatores de risco modificáveis evidencia a necessidade de estratégias visando prevenção de doenças cardiovasculares, contribuindo para minimizar o impacto do envelhecimento na morbimortalidade.

Palavras-chave


Doenças cardiovasculares; Fatores de risco; Hipertensão; Hipercolesterolemia; Obesidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i3.1835

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.