Avaliação do comportamento pressórico de hipertensos após a aplicação de um protocolo de exercício físico supervisionado

Larisse dos Reis Macedo, Francisca Raulene Trajano de Alencar, Ricardo João Soares Barros Filho, Wellington dos Santos Alves, Michelle Vicente Torres

Resumo


Introdução: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é uma doença crônica altamente prevalente e representa um fator de risco independente para doenças cardiovasculares.
Objetivos: Verificar os efeitos de um programa de exercício físico sobre os níveis pressóricos e o consumo de oxigênio máximo de uma população hipertensa. Métodos: Amostra foi formada por 30 idosas hipertensas, idade acima de 60 anos, clinicamente estáveis. Na avaliação da amostra, foram mensuradas variáveis de pressão arterial (PA), frequência cardíaca (FC), VO2 máximo. A amostra foi divida em GC (n=15) e GE (n=15), sendo o GE submetido ao protocolo de exercício supervisionado durante 12 semanas. Resultados: Obtiveram-se resultados estatisticamente significativos (p<0,005), quando comparados os valores de FC, PA e VO2 máximo antes e após o período de aplicação do protocolo de exercício físico no GE. Conclusão: Pode-se verificar redução dos valores de PA e FC analisados, mostrando-se como efeito hipotensor e bradicárdico do exercício físico, sendo os resultados concordantes com dados previamente encontrados na literatura.

Palavras-chave


Exercício Físico; Idosos; Pressão arterial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n1.2555

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br