Efeito da intervenção de diferentes métodos de treinamento sobre a glicemia pós-prandial de diabéticos tipo 2

Fabiane Priscila Leite de Souza, Pedro Weldes da Silva Cruz, Jacy Souto Maior Ferreira Neta, Marcelo Caetano de Azevedo Tavares, Jéssica Aimée Lins França, Denise Maria Martins Vancea

Resumo


Introdução: A glicemia pós-prandial (GPP) vem-se destacando como parâmetro de avaliação do controle metabólico em diabéticos tipo 2 (DM2), sendo o exercício físico uma importante ferramenta para auxiliar no controle dessa glicemia. Objetivo: Avaliar a intervenção de diferentes métodos de treinamento no controle da glicemia pós-prandial de diabéticos tipo 2. Métodos: Dezessete indivíduos com DM2 participaram durante três meses, três vezes por semana, de sessões compostas por treinamentos aeróbio, resistido e combinado. Para a coleta da GPP, os indivíduos estavam em jejum de 8 a 12 h e receberam um café padronizado de 300 kcal. Após uma hora foi realizada a coleta por meio do glicosímetro. Resultados: O treinamento resistido demonstrou uma tendência à diminuição da GPP (198,7 mg/dL±45,3 vs. 179,5 mg/dL ±9,2). Conclusões: Constatou-se que os métodos de treinamentos aeróbio e combinado não foram eficazes no controle da GPP, apenas o resistido apresentou uma tendência à diminuição da GPP.

Palavras-chave


Diabetes mellitus tipo 2; Exercício físico; Glicemia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n2.4053

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br