Desinfecção do sistema de água de equipamentos odontológicos com clorexidina

Dyna Mara Araújo Oliveira Ferreira, Noélia Maria de Sousa Leal, Charllyton Luís Sena da Costa

Resumo


Introdução: A água utilizada em procedimentos odontológicos pode apresentar-se contaminada, sendo fonte de infecção para profissionais e pacientes. Objetivo: Comparar a efetividade da clorexidina 0,1% e do hipoclorito de sódio 1% na desinfecção do sistema de água de equipamentos odontológicos. Método: Três equipamentos odontológicos sofreram desinfecção com clorexidina; e três, com hipoclorito de sódio mediante acionamento da seringa tríplice durante dois minutos. Amostras de água coletadas antes, após a desinfecção e no final do dia foram analisadas microbiologicamente. Amostras do filtro de abastecimento também foram analisadas. Resultados: As amostras coletadas antes da desinfecção mostraram altos níveis de contaminação (>500 UFC/ml). Após emprego dos desinfetantes, estas apresentaram-se nos padrões recomendados pela American Dental Association – ADA (<200 UFC/ml). A água do filtro de abastecimento também estava dentro dos limites estabelecidos pela ADA. Conclusão: Clorexidina 0,1% mostrou-se tão efetiva quanto hipoclorito de sódio 1% na desinfecção do sistema de água de equipamentos odontológicos.

Palavras-chave


Clorexidina; Desinfecção da água; Equipamentos odontológicos; Hipoclorito de sódio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n3.4766

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.