Avaliação da marcha em contexto clínico: uma revisão sistemática da literatura

Sérgio Correia da Fonseca Cardoso, Anabela G. Silva

Resumo


Introdução: Em ambiente clínico é necessário recorrer a instrumentos de avaliação de rápida utilização e baixo custo, válidos, fiáveis e fáceis de interpretar. Nesta revisão, pretende-se identificar e caracterizar, do ponto de vista psicométrico e de interpretação clínica, instrumentos de avaliação da marcha utilizáveis na prática clínica. Métodos: A pesquisa foi realizada em cinco bases de dados utilizando combinações de várias palavras-chave. Elaborou-se uma lista dos instrumentos que cumpriam os critérios de inclusão, e fez-se nova pesquisa nas mesmas bases combinando o nome do instrumento com “validity”, “reliability”, “responsiveness” e “change score”. Resultados: Incluíram-se 15 instrumentos/testes de avaliação. A maioria destes apresenta adequada a excelente confiabilidade e validade. A interpretação clínica dos dados recolhidos com os instrumentos analisados tem sido pouco estudada. Conclusão: São necessários mais estudos que avaliem os aspectos de interpretação clínica dos instrumentos/testes de avaliação da marcha e que validem estas ferramentas para a língua portuguesa.

Palavras-chave


Marcha; Reprodutibilidade dos resultados; Validade dos testes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n3.4824

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.